NOTÍCIAS



8/15/2022

Investimentos em saneamento devem impulsionar o setor de filtração



Lei nº 14.026/2020, aprovada em 2020 que atualiza marco regulatório e institui a universalização do acesso aos serviços básicos de saneamento básico até 2033, deve ser uma das medidas estimuladoras do mercado.

O setor de filtros para saneamento (ETA – Estação de Tratamento de Água, ETE - Estação de Tratamento de Esgoto - e Reúso) é um dos mais promissores nos próximos anos. Estima-se que o faturamento no País tenha alcançado R$ 1,04 bilhão em 2021, numa alta de 11,1% em relação ao resultado do ano anterior. Para 2022 é esperado um crescimento de 7,01%, bem acima do resultado previsto para o PIB total brasileiro para o ano, projeções apontadas no Panorama Setorial 2022, estudo elaborado pela 1ª Edição Setorial a pedido da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais. “O mercado de filtros ETA/ETE deverá ser estimulado pelo novo Marco Legal do Saneamento sancionado em 2020, e que instituiu a universalização dos serviços de saneamento até 2033, com meta de que 99% da população brasileira tenham acesso à água potável, e que o tratamento e a coleta de esgoto atinjam 90% das pessoas”, afirma João Moura, presidente da Abrafiltros. Comparando o faturamento do segmento entre 2010 e 2021, o setor teve crescimento real expressivo de 67,1%, de R$ 624,8 milhões para os estimados R$ 1,04 bilhão em 2021.

De acordo com o estudo, os projetos de estações de tratamento de esgoto já estão sendo feitos considerando os filtros, ou seja, visando reduzir impurezas e odores. Há também a questão da legislação sobre os novos padrões de turbidez exigidos na água. Assim, o monitoramento da estação de tratamento de água deverá ser cada vez melhor para evitar picos de turbidez, abrindo novas oportunidades com membranas e ultrafiltração. Já as estações de tratamento de esgoto estão sendo obrigadas a modernizarem seus sistemas para não receberem multas devido ao odor e substâncias como o sulfeto de hidrogênio, que pode ser absorvido pelos pulmões e trato gastrointestinal. 

Outro ponto que merece ser destacado no estudo é o tema “abertura de mercado do saneamento básico”. Os investimentos privados devem impulsionar toda a cadeia de suprimentos ao setor, incluindo o segmento fornecedor de filtros para ETAs e ETEs e reúso de água.

Os demais resultados do Panorama Setorial 2022 estão disponíveis na íntegra somente para associados Abrafiltros. Interessados podem manifestar interesse através do email comunicacao@abrafiltros.org.br. 

Sobre a Abrafiltros:
Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial, tratamento de água, efluentes e reúso, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.

Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
www.versoassessoriadeimprensa.com.br

associados