NOTÍCIAS



11/25/2021

Meios filtrantes usados em Estações de Tratamento de Esgoto



Gradeamento é uma opção para reter sólidos mais grosseiros no tratamento preliminar de esgoto, enquanto membranas filtrantes são indicadas no pós-tratamento, onde o processo precisa ser mais avançado, com retenção de partículas bem menores, com íons, vírus e outras.

Apresentada pelo Prof. Dr. Fabio Campos, coordenador da Câmara Setorial de Filtros para Estações de Tratamento de Água, Efluentes e Reúso da Abrafiltros - Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, no evento técnico “Abra Talks”, realizado no dia 11 de novembro, a palestra abordou “As diversas aplicações do meio filtrante em Estações de Tratamento de Esgoto (ETE)”.

Segundo o professor, ao contrário das Estações de Tratamento de Água onde é possível observar, e identificar, facilmente os meios filtrantes, nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), isso nem sempre acontece com facilidade. 
 
Entre os processos de filtração, Campos explicou que a separação gás-líquido pode ser encontrada tanto em processos de tratamento de esgoto do tipo anaeróbios, como em Estações Elevatórias de Esgoto (EEE), devido à necessidade de remover o gás sulfídrico produzido nesses ambientes, o qual ocasiona, além de odor desagradável (ovo podre), outros problemas de saúde pública.

Na separação de sólido-líquido, o professor contou que pode haver dois mecanismos: a retenção física e a biológica. No primeiro caso, os elementos filtrantes podem ser encontrados no tratamento preliminar, na etapa de gradeamento, com a retenção de sólidos grosseiros, ou no pós-tratamento do efluente, com o uso de membranas filtrantes, com filtração avançada do tipo microfiltração, ultrafiltração, nanofiltração ou osmose reversa. 

Na retenção biológica, há dificuldade para identificar os elementos filtrantes, já que o processo é conduzido mediante a ação de biofilmes bacterianos: “o meio filtrante retém partículas presentes no esgoto (matéria orgânica) que servem de alimento para o biofilme desenvolvido em sua superfície, formado por bactérias, promovendo, assim, a filtração da matéria orgânica e, consequentemente, o tratamento do esgoto”. 

Especialista no assunto, Campos ressaltou que há tratamentos de esgoto bem mais simples e econômicos, como os aplicados na temática do ecossaneamento, onde essa retenção física e biológica pode ser observada.

Entre eles, citou a Bacia de Evapotranspriação (BET), que conta com um tanque preenchido de material filtrante, como brita, areia e cacos de tijolo, e desenvolvimento de biofilme bacteriano, as wetlands construídos, sistemas projetados com plantas em substratos (areia, solo ou cascalho), onde pode ocorrer a formação, também, de biofilmes. Há também o vermifiltro, que retém a matéria orgânica que será digerida por minhocas. “Nos três tipos de tratamento o aporte energético é pequeno ou nulo, a tecnologia embutida é de fácil acesso, a operação é simples e a manutenção baixa”, explicou.

Durante a apresentação citou, ainda com relação à retenção biológica, o uso do sistema de tratamento mais robustos, como o filtro biológico percolador, filtro biológico submerso, filtro biológico anaeróbio e MBBR – Reator Biológico de Leito Móvel, todos processos que se baseiam no desenvolvimento de biofilme bacteriano para tratar o esgoto.

O “Abra Talks” iniciou com a apresentação do engenheiro e consultor da JAM Treinamentos, José Alexandre Marques, que falou sobre “Meios Filtrantes na filtração industrial”. Em seguida, foi a vez de Campos, e para finalizar Filipe Andrade, diretor de Operações e Sustentabilidade do Grupo Supply Service, apresentou o tema “Aspectos Práticos da Logística Reversa de Filtros Automotivos – Coleta, Tratamento e Destinação”.

O evento de novembro marcou a última edição do Abra Talks em 2021, com retorno previsto para o mês de fevereiro de 2022 em formato online, com novos temas e convidados que juntos debaterão os caminhos e avanços do segmento de filtros. 

Interessado em apresentar conteúdos ou enviar sugestões de tema, podem utilizar o email comunicacao@abrafiltros.org.br. 

Sobre a Abrafiltros:
Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial e tratamento de água e efluentes – ETA e ETE, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.
 
Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
www.versoassessoriadeimprensa.com.br

associados