NOTÍCIAS



9/1/2021

Como lidar com o tema “Saúde e Segurança do Trabalho na Indústria”



Entre os principais desafios da indústria para a saúde e segurança no trabalho estão: normatização, condição física e comportamento.

Normatização, condição física e comportamento estão entre os três pontos fundamentais quando se fala em saúde e segurança do trabalho. Foi o que afirmou Karen Volpato, gerente executiva de Saúde, Segurança e PSM na Tereos, quando abordou o tema “Desafios da Saúde e Segurança do Trabalho na Indústria", no dia 26 de agosto, no “Programa Filtra Ação”, canal de conteúdo online da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais e das revistas Meio Filtrante e TAE.

Com relação às normas, Karen destacou que há questões externas e internas. No primeiro caso, disse que são muitas normas regulamentadoras no trabalho e que algumas empresas têm como valor atender as leis e as exigências legais dos órgãos regulamentadores, outras não, e para estas, é ainda mais desafiador. “É preciso entender como aplicar as normas na companhia, o que não é fácil, além disso, muitas normas requerem alto investimento e muito tempo para implementá-las”, ressaltou. Sobre as normas internas, disse que é preciso avaliar como a missão, visão e valores da empresa norteiam as decisões e como as pessoas se comprometem com estes três pontos, bem como observar se os procedimentos organizacionais são efetivos e funcionais e como se conectam com os colaboradores. “Os procedimentos devem ser alinhados com a missão, visão e valores da companhia e em conformidade legal”, explicou a gerente. Destacou também que é fundamental investir na capacitação das pessoas para serem hábeis em preservar sua saúde e segurança no trabalho.

No tópico condições físicas, falou sobre a importância de mapear as condições atuais. “Muitas empresas nasceram antes de regulamentações e algumas condições passadas podem não atender as necessidades no presente”, disse Volpato, acrescentando a necessidade de ter a visibilidade dos riscos que isto representa. “O desafio é gerenciar e controlar estes riscos e investir para a eliminação”, enfatizou, lembrando que novos projetos já devem nascer considerando as questões relacionadas com a saúde e segurança no trabalho.

Sobre o comportamento, destacou que o fator humano está presente em tudo e é necessário estabelecer e transmitir efetivamente as expectativas da empresa com relação a este assunto. Além disso, é essencial estar próximo, ter feedback e programas efetivos, não punitivos e de reconhecimento, bem como usar imagens, emoções, histórias pessoais e técnicas experimentais para influenciar os funcionários a se moverem em prol da sua segurança.

Ao final da apresentação, Karen lembrou que a saúde e a segurança não estão somente vinculadas ao trabalho, mas estão relacionadas a tudo o que fazemos. “Uma de nossas principais falhas é não desvincular a saúde e a segurança do trabalho, a preocupação com relação a estas questões, deve ser vivenciada em 100% do dia”, disse a gerente, concluindo: “A preocupação com a segurança deve ser genuína e consciente”. 

Para João Moura, presidente da Abrafiltros, o tema Saúde e Segurança no trabalho, é relevante e precisa ser considerado, independente do porte da indústria. O conteúdo foi rico em dicas e sugestões sobre, despertando novas percepções, comportamentos e sobretudo, quanto a consciência do papel de cada indivíduo nesse processo. 

O programa Filtra Ação de agosto está disponível no canal TV Filtros no Youtube (www.youtube.com.br/tvfiltros) e também no PodCast Programa Filtra Ação no Spotify. O próximo evento acontece no dia 30 de setembro, às 15h e vai abordar o tema “Humanização da Produtividade”, com a especialista Carlla Zanna. As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser feitas através do link: https://www.sympla.com.br/filtra-acao-setembro__1328825,  até o dia 29 de setembro. 

Sobre a Abrafiltros:
Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial e tratamento de água e efluentes – ETA e ETE, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.
 
Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
www.versoassessoriadeimprensa.com.br

associados