NOTÍCIAS

Fábrica da GM em Joinville comemora quatro anos com produção de mais de 350 mil motores

24/2/2017

Operação da GM em Santa Catarina é referência mundial em sustentabilidade

Unidade produz os motores 1.0L e 1.4L do modelo Onix, carro mais vendido no país em 2016 e do Prisma, líder de vendas em sua categoria

A fábrica da GM do Brasil em Joinville completa quatro anos de operações nesta segunda-feira, dia 27 de fevereiro. Referência mundial em sustentabilidade e preservação do meio ambiente, a unidade catarinense da General Motors já produziu mais de 350 mil motores nas versões 1.0 e 1.4 litros, destinados à fábrica da GM em Gravataí (RS). As peças são usadas nos modelos Onix e Prisma. Nestes quatro anos de atividades, a produção atingiu 354.129 unidades (até dezembro de 2016) e 136.276 no acumulado do ano passado.
Em março de 2014, a unidade de Joinville foi a primeira fábrica do setor automotivo da América do Sul a conquistar a certificação internacional de construção sustentável Leadership in Energy and Environmental Design (Leed Gold) e a segunda a receber a certificação entre as fábricas da GM no mundo. Em outubro do mesmo ano, atingiu o status zero resíduo para aterro, reciclando, reusando e convertendo em energia todos os resíduos das suas operações diárias.

A utilização de módulos fotovoltaicos, o uso racional da água e da energia elétrica, tratamento de esgotos por meio de jardins filtrantes e tratamento de água por osmose reversa integram alguns dos processos relacionados à sustentabilidade.

O inédito sistema implantado em Joinville, conta com a instalação de 1.280 módulos fotovoltaicos que ocupam uma área de 2.115 metros quadrados, e gera energia para toda a unidade industrial. A energia gerada por este sistema equivale ao consumo de 220 casas.
A fábrica também reutiliza 26 mil metros cúbicos de água/ano, volume equivalente ao consumo de cerca de 100 residências.

Os jardins filtrantes ocupam uma área de 650 m² do total dos 3.500 m² ocupados pelo sistema de tratamento de efluentes e geram uma expressiva economia de energia elétrica, - superior a 60% se comparado a uma instalação convencional de 124 MWh/ano – deixando de gerar 3,6 toneladas de CO2 por ano, além de o custo de implementação ser bem menor que uma convencional do mesmo porte.

A tecnologia de tratamento de água por osmose reversa produz uma água de excelente qualidade, muitas vezes superior à da água de origem, que permite aplicação industrial irrestrita, com baixa salinidade e condutividade e isenta de micro-organismos. Ele permite o reuso de até 26 mil m³ por ano de água, evitando o consumo de água potável suficiente para abastecer o equivalente ao consumo de 100 casas populares. A água tratada com elevado teor de pureza é utilizada para fins não potáveis, como processo industrial, sanitários, irrigação, jardinagem e lavagem de pisos.

“Atualmente, produzimos veículos com índices de recuperabilidade acima de 95% e de reciclabilidade superior a 85%. Através do aperfeiçoamento contínuo dos processos de produção, a empresa conseguiu reduzir cerca de 63% do consumo de energia elétrica e 75% de água para produzir um carro. Desde a sua implantação, a fábrica de Joinville é referência mundial em preservação do meio-ambiente. Na General Motors, sustentabilidade é item de série”, diz Marcos Munhoz, vice-presidente da companhia.

 
Fundada em 1911, em Detroit, a Chevrolet é uma das maiores marcas de veículos do mundo, com negócios em mais de 115 países e vendas anuais de mais de 4.0 milhões de veículos. A Chevrolet oferece aos clientes veículos eficientes e com ótimo desempenho, design diferenciado e de alta qualidade. Mais informações a respeito dos modelos Chevrolet podem ser encontradas no site www.chevrolet.com
Em 2017, as operações na Argentina e Brasil foram integradas na GM Mercosul. No ano de 2016 a Chevrolet vendeu nos dois mercados 445.616 mil veículos, sendo 345.916 mil no Brasil e 99.700 mil na Argentina. A GM Mercosul tem quatro Complexos Industriais que produzem veículos, motores e componentes em São Caetano do Sul, São José dos Campos e Gravataí, no Brasil e em Rosário, na Argentina. Conta ainda com unidades em Joinville (produção de motores e cabeçotes de alumínio), Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados) e Indaiatuba (Campo de Provas), Centros Tecnológicos em São Caetano do Sul e Rosário e Centros Logísticos em Sorocaba e General Rodriguez, em Argentina. Mais informações podem ser encontradas no site http://media.gm.com/brasil e Twitter: www.twitter.com/GMBPress


Fonte:  www.maxpress.com.br 

Scania tem novo presidente comercial Américas

24/2/2017

A Scania anuncia Mats Gunnarsson como seu novo presidente comercial para a região das Américas. Ele sucederá a partir de 1º de março Martin Ståhlberg, que esteve no cargo por mais de cinco anos e agora é designado para assumir a mesma função na Europa. De origem sueca, como seu antecessor, Gunnarsson terá como meta melhorar o desempenho da rede de serviços na região.

O executivo será responsável pelas unidades de negócio da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e Estados Unidos, que juntos, somam mais de 600 pontos de serviços Scania.

“Comandar a região das Américas será um grande e gratificante desafio. Aqui estão, entre outros, o maior mercado do mundo para a Scania, o Brasil, o principal de ônibus, o México, e um dos mais promissores em nível global, a Colômbia. Trabalharemos com foco em aumentar a rentabilidade de nossos clientes, melhorar o desempenho da rede de serviços na região e posicionar a Scania como líder em soluções de transporte sustentável”, afirma Gunnarsson.

Ingressou na Scania em 1992, ainda na Suécia. No início dos anos 2000 foi diretor-geral da Scania em Luxemburgo e na Argentina. Entre 2003 e 2009 trabalhou no Grupo Volkswagen e no Banco de Investimento Europeu de Luxemburgo, até retornar para a Scania como vice-presidente sênior de vendas de veículos e suporte logístico na Suécia. Desde 2011, atuava como presidente da montadora na França, mercado que terminou 2016 como terceiro maior para a marca de caminhões no ranking global.

Formado em Engenharia Mecânica pelo KTH Royal Institute of Technology da Suécia, possui mestrado em Economia pela Universidade de Estocolmo. Fala inglês, francês, espanhol e português.

Fonte: Automotive Business

Cummins Filtration comemora crescimento de dois dígitos no mercado de reposição

24/2/2017

Estratégia de crescimento inclui ampliação dos canais de vendas e do portifólio de produtos, além do lançamento do novo Kit de Manutenção Fleetguard

24/02/2017 - Em período de queda nas vendas de caminhões, a Cummins Filtration diversificou-se, investiu no pós-vendas, ampliando os serviços e atendimento prestados e produtos ofertados. E comemora! A unidade de Negócios da Cummins Brasil obteve crescimento no ano passado na ordem de dois dígitos (acima de 20%) no mercado de reposição em comparação com 2015.

De acordo com Marcos Azambuja, gestor de Vendas da Cummins Filtration Brasil, “no início do ano passado, traçamos uma estratégia de vendas para o mercado de aftermarket com foco nos equipamentos que operam no País fora da garantia com e sem motores Cummins, levando também em consideração a população de mais de 1 milhão de motores de nossa marca que circula em território nacional”.

A fabricante de filtros e fluídos, detentora da marca Fleetguard, ampliou sua rede de distribuição e inaugurou só no ano passado mais 50 novos pontos espalhados estrategicamente no País. Atualmente, a Cummins Filtration conta com mais de 570 canais de vendas que atendem ao mercado de reposição.

Além de evoluir com novos parceiros, a Cummins Filtration ampliou seu portifólio em aplicações nas principais montadoras do segmento automotivo. A fabricante de produtos Fleetguard conta atualmente com mais de 8,5 mil part numbers disponíveis em todos os segmentos onde atua, incluindo agrícola, construção, marítimo, grupos geradores, entre outros.

Outra grande ação que contribuiu para o crescimento da unidade de Negócios e facilitou o dia a dia do usuário final e distribuidor foi o lançamento do Kit de Manutenção Fleetguard. Lançado em setembro do ano passado, inclui filtro de ar, de combustível e de óleo em um único pacote com economia inicial de 5% sobre o valor das peças compradas separadamente.

A novidade da Fleetguard pode ser utilizada em todas as manutenções periódicas e auxilia, além dos usuários finais, os clientes OEMs de forma a fidelizar e incentivar a realização da manutenção preventiva na Rede de Concessionárias, contando com os benefícios do uso de peças originais e da tecnologia Stratapore, patenteada e disponível na maioria nos filtros na marca. A Stratapore traz um número ideal de camadas filtrantes para a remoção de partículas e contaminantes orgânicos, oferecendo maior resistência e durabilidade, otimizando sua eficiência de filtragem e vida útil.

Cummins Brasil – Maior fabricante independente de motores Diesel, componentes e grupos geradores, é uma corporação de unidades de negócios complementares que projetam, fabricam e distribuem motores, serviços e tecnologias relacionadas, incluindo sistemas de combustível, turbos, filtragem, soluções para emissões e sistemas de geração de energia elétrica. Presente no país desde 1974, produz uma variada gama de motores para diversos segmentos do mercado, entre caminhões de todos os portes, pickups, ônibus, aplicações estacionárias, máquinas de construção, equipamentos agrícolas, máquinas para mineração e aplicações marítimas. Sua principal unidade fabril, com capacidade de produção de 500 unidades de motores por dia, está localizada no município de Guarulhos (SP), onde estão as áreas de motores, geradores, turbos e soluções de emissões. E em Bonsucesso, a unidade Filtration (instalou a Fábrica em 2000). Mais informações, acesse ao nosso site: www.cummins.com.br
Para mais informações, acesse ao nosso site www.cummins.com.br.


Fonte: Maxpress

S10 e Trailblazer chegam a 1 milhão de unidades

21/2/2017

A produção da S10 e do utilitário esportivo Blazer/Trailblazer atingiu 1 milhão de unidades recentemente. Os modelos entraram em linha no Brasil em 1995. O novo marco histórico foi alcançado com uma S10 High Cowntry na primeira quinzena de fevereiro. Segundo a General Motors, a picape responde por 85% desse milhão.

Os dois veículos são montados em São José dos Campos (SP), em uma linha que entrou em férias coletivas há uma semana como consequência do cancelamento da exportação de 15 mil unidades para o México. A Volta ao trabalho está prevista para o começo de março.

As primeiras S10 chegaram em março de 1995 com motor 2.2 a gasolina. Naquele mesmo ano, em outubro, surgiu uma opção turbodiesel com cabine estendida. As versões com cabine dupla e tração integral estrearam em 1998.

Fonte: Automotive Business

Facilidades da tecnologia encurtam distâncias e facilitam o trabalho no campo

20/2/2017

Linha-Dinamica_

O mundo está cada vez mais conectado. A internet tem transformado a forma de como nos relacionamos com as pessoas e também na hora de fazer negócios. O desenvolvimento tecnológico no campo, por exemplo, garante maior produtividade, qualidade e precisão no cultivo das plantações. Há vários recursos tecnológicos que estão revolucionando a atuação e melhorando a performance da agricultura e do plantio por hectare.

 

O maquinário também está cada vez mais avançado, com recursos para oferecer eficácia e bom desempenho. Com estas facilidades que a tecnologia traz, a vida dos produtores está cada vez mais conectada. Desta forma, a distância entre o campo e os centros urbanos pode ser encurtada de várias formas. Um exemplo disto é que ao necessitar fazer reparos nos equipamentos, que sempre precisam estar em boas condições de uso, é importante poder contar com um portal de vendas confiável e que tenha variedade de itens, como o que a TVH-Dinamica oferece ao mercado, garantindo uma compra segura e ágil. A pesquisa e a aquisição dos produtos são feitos de forma rápida e prática. A plataforma B2B, já bem utilizada na matriz do Grupo TVH, na Bélgica e na unidade dos Estados Unidos, está operando desde julho do ano passado no Brasil, garantindo mais agilidade nos pedidos. O canal de vendas direto 24 horas www.tvhdinamica.com.br oferece acesso às notas fiscais e boletos, promoções exclusivas, disponibilidade de estoque, prazo de entrega, histórico de compras e acompanhamento de cada etapa do pedido. Pode ser acessado de qualquer tipo de equipamento, seja desktop, notebook, smartphone e tablet. Como a alíquota varia de estado para estado, o cliente consegue saber quanto vai pagar pelo produto com e sem os impostos.

 

A pesquisa de produtos é feita com o código da peça original. “Temos um amplo portfólio de produtos para atender a frota de tratores e máquinas agrícolas, mas, caso seja algo muito específico, o item pode ser encomendado das matrizes do grupo, que ficam na Bélgica e Estados Unidos”, revela Paulo Acosta, gerente comercial da TVH-Dinamica.

 

Para acessar o portal de vendas online, basta clicar em “Portal” no endereço www.tvhdinamica.com.br e, caso o cliente ainda não tenha acesso, basta solicitar. Depois, é só aceitar o termo de compromisso e digitar login e senha para efetuar as compras.

TVH-Dinamica – Empresa especializada em distribuição de peças, acessórios e inovações para empilhadeiras, plataformas aéreas, equipamentos portuários, tratores e máquinas agrícolas, atua no Brasil desde 2001, com sede em Vinhedo-SP e portfólio com mais de 28 mil itens a pronta-entrega e 160 mil itens cadastrados. Os produtos são de grandes fornecedores e também das marcas próprias Bepco e Tractorcraft (linha agrícola) e TotalSource, TotalLifter e CAM para equipamentos de movimentação e industrial.

A empresa faz parte do Grupo TVH – Thermote & Vanhalst, de origem belga, que atua há mais de 47 anos no mercado e está presente nos 5 continentes, possui 33 filiais e clientes em mais de 170 países, com mais de 600 mil itens em seu estoque global, o que garante cobertura de mais de 21 milhões de referências.

Nas Américas, além da unidade no Brasil, também possui operações nos Estados Unidos, Canadá e México.


Fonte: Verso Assessoria de Imprensa

http://versoassessoriadeimprensa.com.br/facilidades-da-tecnologia-encurtam-distancias-e-facilitam-o-trabalho-no-campo/



Cummins Power Generation desenvolve novos produtos para o mercado de energia

20/2/2017

Entre as novidades, estão o Telematic, sistema de monitoramento à distância, e o Integrated Switchgear, solução composta de cinco modelos de paineis elétricos configuráveis de baixa tensão
 
Com investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, a Cummins Power Generation oferece soluções em sistemas de energia para todos os segmentos do mercado. Entre os recentes lançamentos, estão o Telematic, sistema de monitoramento à distância, e o Integrated Switchgear, solução composta de cinco modelos de paineis elétricos configuráveis de baixa tensão.

O sistema de monitoramento é um produto de simples instalação, onde se conecta um equipamento similar a um modem no gerador, e através de um meio de transmissão, que pode ser um cabo de rede ou um chip de celular, todas as informações são enviadas e armazenadas na nuvem, por isso a nomenclatura “Powercommand Cloud”.

O uso da nuvem garante segurança de seus dados e praticidade para fazer consultas, bem como acompanhar o funcionamento do gerador. “A Cummins fornece, sem custo, um site onde o cliente pode acessar todas as informações de seu gerador, esse site também envia notificações via email caso ocorra qualquer anomalia no sistema e permite que o cliente ligue ou desligue o gerador”, explica Fábio Balesteros, líder de suporte ao cliente da Cummins Power Generation.

O Telematic foi desenvolvido para atender todos os clientes que precisam ter acesso remoto a seu gerador, porém não desejam fazer um grande investimento em sistemas supervisórios ou infraestrutura.  A expectativa da Cummins é que ao menos 10% das novas vendas já saiam com este sistema, e que 20% dos contratos de manutenção possuam o monitoramento.

Já o novo sistema funcional de painéis de transferência e paralelismo, Integrated Switchgear, desenvolvido e fabricado na planta de Guarulhos (SP), passou por vários pré-testes, conforme normas ABNT NBR IEC 60439-1/2 e IEC 61439-1/2. De acordo com Rodrigo Giglio, líder de engenharia da Cummins Power Generation, a solução busca otimizar todo o processo de venda, desde o primeiro contato com o cliente até a entrega. “Conta com uma plataforma de configuração online na qual nossos distribuidores poderão precificar a solução, em segundos, de acordo com a necessidade do cliente, além de ter todas as informações técnicas necessárias contidas na própria ferramenta”.

Montados e comercializados exclusivamente pela Cummins, o produto deve movimentar o mercado da América Latina em 2017.
Ao todo, cinco modelos de paineis, capazes de atender mais de 168 mil possibilidades de configurações, fazem parte do Integrated Switchgear:
- PTC - Power Transfer Control
- Compact
- CSG - Control Switchgear
- CSG&P - Control Switchegear & Paralleling
- MVCG - Medium Voltage Control Gear

Como diferenciais no mercado, o Integrated Swtchgear apresenta extrema confiabilidade, flexibilidade, agilidade e competitividade com preços e prazos reduzidos. Lançado em toda a América Latina e com potencial de chegar a outros continentes, a solução pode ser utilizada em locais como mercados, indústria, comércio, data centers e hospitais, por exemplo.

Sobre a Cummins Power Generation
A Cummins Power Generation, fabricante que fornece sistemas completos de geração de energia a Diesel e gás natural, atendendo demandas de diversos portes, desde grupos geradores de 8 kVA até 4375 kVA. Com uma rede de mais de 611 distribuidores em 190 países, a companhia é referência mundial na fabricação de grupos geradores há mais de 90 anos.

No Brasil são 37 pontos de cobertura com distribuidores e postos avançados de atendimento, e estrutura completa para desenvolvimento do projeto, venda, locação, instalação, treinamento e assistência técnica. Mais informações: www.cumminspower.com.br ou pelo Disque Energia: 0800 701 4701. 


Fonte: Assessoria de Imprensa

Cummins Brasil promove workshop de qualidade

16/2/2017

A Cummins Brasil promoveu ação especial para seus líderes no auditório da empresa, localizada em Guarulhos (SP). 


O Workshop da Qualidade, liderado pela respectiva área dedicada, contou com a participação do presidente da Cummins e vice-presidente da Cummins Inc., Luis Pasquotto (foto), além de dois convidados especiais, Dan Ioschpe, presidente do Sindipeças, e Mauro Andreassa, gerente Senior de Assistência Técnica aos Fornecedores da Ford.

“É fundamental diante do cenário da indústria exercer o pensamento do conhecimento e não nos limitarmos ao básico. Qualidade é o nosso dia a dia, é o produto que colocamos no mercado, a ação dedicada pautada no atributo e o que nos levará a um patamar ainda mais elevado”, disse Pasquotto durante sua palestra. Vale acrescentar que o presidente é também Conselheiro do Sindipeças, líder da área de tecnologia e à frente da coordenação de propostas técnicas para o setor.

Diante da premissa de que a qualidade é e será uma ferramenta para a conquista de níveis excepcionais no setor, ou seja, um core de extrema relevância para a indústria, Dan Ioschpe levou aos participantes o cenário atual do setor no País, contribuindo com a reflexão entre a temática do evento e a atividade automotiva brasileira.

“O setor está vivendo um dos piores momentos histórico em função da demanda, mas ainda assim, acreditando na recuperação ao longo do tempo, a melhoria continua, o aprimoramento que passa essencialmente pela qualidade é fundamental. A melhor receita ou fórmula é seguir o aprimoramento que envolve competitividade de forma ampla e envolve tecnologia e inovação. Não se pode afastar um milímetro para não correr o risco de perder a blindagem que nossos sistemas requerem”, afirmou Ioschpe.

Ainda de acordo com o presidente do Sindipecas, “a Cummins é uma das empresas essenciais da indústria automotiva brasileira e mundial; é um importante sistemista e um grande fabricante de motor e, por isso, fundamental no setor como um todo. É de extrema relevância poder contribuir com os desafios que podemos enfrentar dentro das instalações da Cummins”.

A visão do cliente final sob o olhar da qualidade e do aprendizado foi compartilhada por Andreassa que, na oportunidade, provocou questionamento internos e existenciais aos participantes do workshop. “Minha contribuição, em caráter motivacional, foi despertar o sentimento anticonformista e fazer com que cada um saia deste bate papo com questionamentos de crescimento e perpetuação no mercado de trabalho”, disse.

“Achei fantástica esta iniciativa da Cummins que, diante de todo cenário de crise que estamos vivendo, ainda tem fôlego e energia para dedicar uma manhã e abordar temas extremamente relevantes sobre qualidade e futuro. Não é qualquer empresa que promove esse tipo de ação ao cuidar do lado humano com as palestras que motivam, energizam os colaboradores e faz pensar no futuro. Está de parabéns!”, complementou o gerente da Ford.

O Workshop da Qualidade inaugurou as atividades da Semana da Qualidade que será promovida dentro das instalações da Cummins Brasil. “Estamos em um momento crucial, no qual atingimos excelência no atendimento junto aos nossos clientes. Para a Cummins, um momento de transição para mantermos e continuarmos com esses conceitos vivos dentro de nossa organização”, finaliza Celso Oliveira, gerente Executivo de Operações da Cummins Brasil.

Visite: www.cummins.com.br.

Processo de filtragem por osmose reversa é útil em diversos setores

16/2/2017

Para o emprego na área da saúde, indústria de remédios, química e cosméticos, é necessário que a água apresente um alto nível de pureza. Este resultado é possível através do tratamento por osmose reversa.

Utilizamos água diariamente em nossas rotinas, seja para o consumo, limpeza, para tomar banho, no preparo de alimentos, entre outras funções. Porém são poucas as pessoas que param para refletir a composição do líquido que está ingerindo, diferente do que aprendemos na escola a água potável não é composta apenas por hidrogênio e oxigênio. Minerais diversos, metais pesados, partículas orgânicas, bactérias e outras substâncias contaminantes, estão presentes na água que usamos em casa e isso não faz com que ela esteja fora dos padrões para este fim. Contudo, para o emprego na área da saúde, indústria de remédios, química e cosméticos, é necessário que este composto apresente, um alto nível de pureza.

De acordo com a CEA do Brasil , empresa especializada em tratamento de água , um dos processos mais utilizados para fazer a purificação da água é a osmose reversa , que elimina até 99,98% dos sais minerais, metais pesados e microrganismos que possam estar presentes na água sem a utilização de produtos químicos. O resultado desse processo é a água deionizada, totalmente livre de substâncias que não hidrogênio e oxigênio e apta para diversas finalidades, dado que as substâncias encontradas na água natural podem comprometer processo de fabricação das mais diversas áreas e até mesmo a saúde humana.
Na Indústria farmacêutica, a água pura é utilizada na produção de medicamentos, já que livre de contaminantes e minerais, ela não influenciará na reação das substâncias. Outra forma de aproveitamento é para a higienização de equipamentos e instrumentos que precisam também de altos níveis de esterilização. Na fabricação de cosméticos, a preocupação é semelhante, visto que a filtração da água garante melhores resultados e a segurança dos consumidores.

Os processos de diálise e hemodiálise, também exigem a utilização de água deionizada, pois o contato do sangue do paciente com substâncias estranhas pode causar agravamento do estado de saúde, surgimento de novas doenças e até mesmo a morte. Por esse motivo é necessário que em todas as sessões, seja utilizada a água tratada por osmose reversa para que o paciente não tenha contato com nada que possa prejudicá-lo.

A água purificada evita a criação de crostas de resíduos em caldeiras e radiadores que podem corroer os mesmos e causar sérios problemas. O líquido também é utilizado no aquariofilismo, pois algumas substâncias presentes na água natural facilitam a proliferação de algas e desequilibra o ecossistema dos aquários. Ao utilizar a água pura, a manutenção do aquário limpo e saudável é mais prática, porém deve ser feita a reposição de nutrientes para os peixes.



Fonte: www.dino.com.br 

Projeção do mercado financeiro para inflação em 2017 fica no centro da meta

13/2/2017


Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil
O mercado financeiro reduziu pela sexta semana seguida a projeção para a inflação, este ano. Desta vez, a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 4,64% para 4,47%.

As estimativas fazem parte do boletim Focus, uma publicação semanal elaborada semanalmente, pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos. Para 2018, a estimativa para o IPCA segue em 4,5%, há 29 semanas consecutivas.

A meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC é 4,5%, com limite de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior da meta é 3% e o superior 6%.

A projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia (Produto Interno Bruto – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país) este ano, foi ajustada de 0,49% para 0,48%. Para o próximo ano, a estimativa foi alterada de 2,25% para 2,30%.

Para as instituições financeiras, a Selic encerrará 2017 em 9,5% ao ano e 2018 em 9% ao ano. Atualmente, a Selic está em 13% ao ano. A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

Edição: Denise Griesinger
Fonte: Agência Brasil

Cummins Brasil comemora crescimento de 14 novas aplicações na Agrale

10/2/2017

A Cummins Brasil amplia fornecimento de motores para a Agrale, conquistando 14 novas aplicações desde 2011. Atualmente, a fabricante de motores detém cerca de 75% de todo o volume nas aplicações automotivas da Agrale e comemora crescimento significativo após entrada do Euro V no mercado brasileiro, em 2012.

A presença da Cummins em território nacional em 2011 era de 5%, sendo que o salto ocorreu no ano seguinte (2012) para 57% de participação dentro da Agrale. Os novos fornecimentos também fizeram com a Cummins registrasse crescimento na Argentina; em 2016, o marketshare da Cummins neste país cresceu de 0% para 13%.

“Nossa jornada mais agressiva com a Agrale teve início após introdução do Euro V, quando passamos a equipar com nossas motorizações mais duas aplicações dentro da gama de ônibus da Agrale. Os chassis V5/V6 e V8 receberam o Cummins ISF 3.8, atualmente produzido em Guarulhos (SP)”, diz Gregori Boschi, supervisor de Vendas da Cummins Brasil.

Entre 2014 e 2015, mais quatro novas aplicações, desta vez com expansão para o mercado de caminhões. O modelo 10.000 assim como os chassis de ônibus MT 9W (veículo de acesso), MA 9.6 e MA 10.000 ganharam novas motorizações também ISF 3.8. Vale acrescentar que nesse mesmo período, a Cummins também ampliou o fornecimento de motores ISF 2.8 também para novas versões do Marruá, lançadas na ocasião pela Agrale.

“A Agrale é um cliente potencial para nós e não medimos esforços para atender a todas as suas aplicações, dedicando nossa expertise em produzir os melhores produtos customizados com a grande vantagem de possuirmos a solução integrada de motor, turbos e sistemas de pós-tratamento”, diz Mauricio Rossi, diretor de Vendas da Cummins e BUPA.

Como resultado de um trabalho dedicado, a Cummins em 2013 foi reconhecida com a premiação promovida pela Agrale aos seus fornecedores como “Melhor dos Melhores”. No ano passado, também realizou a entrega de um total de 2.200 unidades de motores para Agrale entre Brasil, Argentina e Colômbia.

Argentina e Colômbia - Após a entrada do Euro V na Argentina no ano passado, a Cummins iniciou sua trajetória de fornecimento à Agrale e atuação deste segmento, alcançando 100% da gama de ônibus neste país. Os modelos de chassi MT 13, MT 15, MT 17 e MT 27 agora são equipados com motorização Cummins ISBe 4.5 e ISBe 6.7, produzidos no Brasil, incluindo ainda o propulsor ISL 8.9 exclusivo para ônibus articulado.

Para suportar o cliente e atender com agilidade, o Distribuidor Cummins Dicumar, localizado na Argentina, foi nomeado como responsável pelas vendas das novas motorizações, além do pós vendas da nova frota circulante, garantindo mão de obra qualificada e disponibilidade de peças. Na Colômbia, os chassis de ônibus MA 11 e MT 17 também são equipados agora com os motores ISB 6.7 e ISL 8.9, respectivamente.

Um time dedicado e um programa interno integrado e multifuncional foi a chave para o sucesso com o cliente. “A motorização ISB 4.5, por exemplo, exportada para a Argentina foi customizada para receber um ganho de potência, gerando atuais 204 hp contra 186 hp da versão original, além de modificações na turbina para atender características especificas das aplicações e mercado”, comenta Boschi.

O primeiro ônibus articulado da Agrale em circulação na Argentina que estreou com motorização ISL 8.9 recebeu um compressor bi-cilindrico devido a demanda específica da aplicação. “Desde a implantação do Euro V no Brasil, crescemos de quatro para 21 aplicações dentro da Agrale entre os mercados brasileiro, argentino e colombiano”, comemora Boschi. 

Visite: www.cummins.com.br.

Capacitação da rede de distribuidores da Cummins Power Generation amplia oportunidades no mercado de geradores

8/2/2017

Com o programa Qualifying the Qualifier, os distribuidores recebem treinamentos na Universidade Cummins que são replicados para o time de técnicos da rede. A partir de 2017, a empresa conclui a formação dos treinadores do Brasil e implanta o mesmo programa na América do Sul.
 
Com operações iniciadas no Brasil no ano 2001, a Cummins Power Generation tem mantido foco na qualidade dos seus produtos, com investimento em soluções que ajudem a desenvolver o mercado de geradores no país. Mesmo diante de cenários de incertezas na economia, que provocou uma redução no volume de vendas no mercado de geradores em 2016, a empresa tem buscado novas oportunidades junto aos clientes com projetos customizados e excelência nos serviços de pós-venda.

“Mesmo com a pressão do mercado, a Cummins mantém a qualidade dos seus produtos e capacidade de fidelizar clientes”, afirma Caetano Souza, gerente executivo de vendas da empresa. Assim, a unidade de negócios de Energia tem conseguido fortalecer sua atuação em mercados que vão de data centers a condomínios residenciais, indústrias e agronegócio, entre outros.

Para isso, o trabalho de campo é fundamental para entender as necessidades dos clientes. Ao longo de 2016, Ricardo Graciolli, engenheiro de vendas da Cummins Power Generation, visitou muitas empresas, de norte a sul do país. “Atuamos na linha de frente com nossos clientes, e as conquistas são resultados da nossa qualidade nos produtos e um pós-venda eficiente”, afirma.

Mesmo em ano de retração, essa situação no mercado favorece os negócios da Cummins. “Temos investido nos treinamentos dos técnicos, time de vendas e na reestruturação de alguns distribuidores, para que possamos continuar atendendo os clientes com soluções que contribuam para melhorar a capacidade produtiva do setor. Dessa forma, conseguimos enfrentar a crise e aumentar o nosso market share”, diz Souza.  No ano passado, o time de vendas da empresa participou dos treinamentos para atualização dos novos produtos desenvolvidos pela unidade de Energia.


A Cummins Power Generation também tem diversificado seu portfólio de produtos. Entre os recentes lançamentos da linha de produtos da marca, estão o Telematic, sistema de monitoramento à distância, e o Integrated Switchgear, solução composta de cinco modelos de painéis elétricos configuráveis de baixa tensão.

O Telematic foi concebido para atender todos os clientes que desejam ter acesso remoto ao gerador, porém não desejam fazer um grande investimento em sistemas supervisórios ou infraestrutura. Já o Integrated Switchgear, desenvolvido e fabricado na planta da Cummins, em Guarulhos (SP), é um sistema funcional de painéis de transferência e paralelismo, que otimiza todo o processo de venda, desde o primeiro contato com o cliente até a entrega. 

Com 37 pontos de cobertura em todo território nacional, entre distribuidores e postos avançados de atendimento, a Cummins Power Generation está preparada para atender o aumento nos volumes de vendas de grupos geradores, que deve ocorrer no segundo semestre de 2017, a partir dos resultados de várias iniciativas colocadas em prática ao longo de 2016.

Universidade Cummins

Há seis anos como instrutor técnico da Universidade Cummins, o engenheiro elétrico com especialização em eletrônica, Nuncio Fritz tem realizado uma série de treinamentos, com aulas práticas e online sobre a aplicação de grupos geradores e sistemas de energia, formando, reciclando e certificando profissionais na fábrica, em Guarulhos.

Implementado em 2015, o programa QTQ (Qualifying the Qualifier) visa formar treinadores nas próprias distribuidoras da Cummins.  Fritz foi responsável por oito treinamentos de produtos para 41 alunos, entre técnicos e treinadores da rede de distribuidores. “Temos sete treinadores, um para cada distribuidora. Em 2016, a rede de treinadores ministrou 31 treinamentos, qualificando 109 técnicos”, contabiliza.

Com esse programa de multiplicação de conhecimento, que atende aos rigorosos padrões de qualidade da matriz, em Fridley (EUA), a Cummins Power Generation tem conseguido aprimorar cada vez mais o nível do seu time de técnicos e engenheiros.
               
Para obter as certificações, os participantes tem que atingir a nota mínima 84%. “As certificações são lançadas no sistema QuickServe On Line  e também temos o World Wide Service Provider System, onde qualquer pessoa tem acesso ao ranking de graduação dos nossos distribuidores. Quanto mais técnicos o distribuidor qualificar, melhora a sua posição no ranking”, explica Fritz. A partir de 2017, a Cummins conclui a formação dos treinadores do Brasil e implanta o mesmo programa na América do Sul.

Todos os colaboradores da empresa interessados em aprender os fundamentos de geradores de energia podem participar dos treinamentos na Universidade Cummins. As aulas de meio período são ministradas uma vez a cada três meses do ano. Em 2016, seis treinamentos foram realizados para 22 alunos.

Sobre a Cummins Power Generation
A Cummins Power Generation, fabricante que fornece sistemas completos de geração de energia a Diesel e gás natural, atendendo demandas de diversos portes, desde grupos geradores de 8 kVA até 4375 kVA. Com uma rede de mais de 611 distribuidores em 190 países, a companhia é referência mundial na fabricação de grupos geradores há mais de 90 anos.

No Brasil são 37 pontos de cobertura com distribuidores e postos avançados de atendimento, e estrutura completa para desenvolvimento do projeto, venda, locação, instalação, treinamento e assistência técnica. Mais informações: www.cumminspower.com.br ou pelo Disque Energia: 0800 701 4701
 


Fonte: Assessoria de Imprensa

Roberto Di Stefano é o novo responsável pela Magneti Marelli na América Latina

8/2/2017

A Magneti Marelli, um dos maiores produtores de sistemas e componentes de alto teor tecnológico para a indústria automobilística e maior empresa do segmento de reposição de autopeças no Brasil, tem um novo responsável pela região da América Latina (Latam), em substituição ao executivo Olivier Philippot, que assumiu outras responsabilidades na empresa, nos Estados Unidos.

Trata-se do executivo italiano Roberto Di Stefano, membro do Conselho Executivo da Magneti Marelli desde abril de 2016, quando assumiu também a função de Head da Unidade de Negócios Amortecedores, empresa líder de mercado no Brasil e com importante participação a nível global. Concomitantemente a essa posição, Di Stefano acaba de assumir também a responsabilidade pelas operações da Magneti Marelli na América Latina.

Com formação em Business and Organization Management, pela tradicional universidade italiana Carlo Bo di Urbino, fundada em 1506, esse executivo, de 54 anos, acumula quase 30 anos de experiência no setor automotivo, passando pelas áreas de Suprimentos, Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos e especializando-se em “World Class Manufacturing” (WCM) e “World Class Engineering” (WCE), com intensa vivência em turnaround de empresas.

Sua principal missão como responsável pela Magneti Marelli Latam é manter o forte compromisso da empresa com o desenvolvimento sustentado na região e com um abrangente plano de crescimento, baseado numa visão de médio e longo prazo e na convicção de que, apesar das dificuldades circunstanciais da economia, o forte potencial da região se mantém inalterado, assim como sua importância para a Magneti Marelli.

Capacitado por sua longa e consistente experiência profissional, Di Stefano se apoiará muito na vivência internacional como um importante diferencial para explorar todas as oportunidades de negócios que a América Latina e, em especial, o Brasil, oferecem, impulsionando uma forte integração e otimização das diferentes unidades de negócios.

Vale ressaltar que a área Latam é vital para a estratégia de crescimento da Magneti Marelli, pois responde por 20% de seu faturamento global, com fábricas e centros de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e na Argentina, além de presença em todos os países da região, através da exportação de autopeças no mercado de aftermarket.

Desde 1978 presente no Brasil, considerado um mercado tradicional para empresa, a Magneti Marelli vem acreditando e investindo na região. Prova desse forte compromisso é o grande investimento realizado no estado de Pernambuco, com a implantação, em 2015, de cinco fábricas equipadas com máquinas e tecnologias de última geração e que já está apresentando resultados muito importantes.

Roberto Di Stefano assume o comando da Magneti Marelli Latam num momento difícil do setor automotivo, fruto de grave crise econômica, mas reúne todas as condições e capacidade para conduzir a empresa e responder aos desafios desse período, assim como prepará-la para o novo ciclo de recuperação e desenvolvimento, que inevitavelmente se iniciará, ampliando e consolidando a presença da Magneti Marelli na região.


Fonte:  www.revistafatorbrasil.com.br 

AGENDA ABRAFILTROS 2016

Programe-se para as próximas reuniões da Abrafiltros

mar

23


abr

19


mai

18


jun

22


.........................................................


ASSOCIADOS

Conheça nossos associados